Causas, sintomas e tratamento da sinusite e rinossinusite. Detalhamos os tipos de sinusite infecciosa, alérgica e traumática, sinusite aguda, sub-aguda, crônica e aguda recorrente. Abordamos os tratamentos naturais, médicos e alternativos.


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Diagnóstico da sinusite

O diagnóstico clínico da sinusite é habitualmente baseado nas evidências clínicas e na duração dos sintomas.

Sintomas persistentes de infecção de trato respiratório superior, incluindo secreções nasais e tosse, por mais de 10 a 14 dias, ou severos sintomas respiratórios, incluindo temperatura de 39°C e secreção purulenta nasal por 3 a 4 dias consecutivos, são sugestivos de sinusite bacteriana aguda.

Na sinusite crônica, a tosse noturna ou diurna, secreção nasal ou congestão nasal e cefaléia duram 12 semanas ou mais de 90 dias.

A radiografia de seios da face não é necessária para o diagnóstico, e em crianças principalmente pela dificuldade de sua interpretação.
A radiografia fica reservada para os casos de dúvida, se interpretada, em conjunto com o quadro clínico. Incidências:Caldwell (fronto-placa): seios frontais e etmoidais;
  • Caldwell (fronto-placa): seios frontais e etmoidais;
  • Waters (mento-placa): seios maxilares;
  • Hirtz (axial): seios etmoidais e esfenoidais;
  • Perfil (lateral): seios esfenoidais, frontais e etmoidais.
A cultura do aspirado dos seios é o único método preciso de diagnóstico, mas não é prática para o uso de rotina.

Tomografia computadorizada é um excelente meio para avaliar os seios da face, mas como é um método caro e de maior tempo de exposição à irradiação, está indicado, principalmente, em três situações:
  • Sinusite aguda que não responde ao tratamento com antibióticos;
  • Avaliação pré-operatória dos pacientes com indicação cirúrgica;
  • Presença de possíveis complicações da sinusite, sejam orbitárias ou intracranianas.
Ressonância magnética está indicada em suspeita de sinusite fúngica ou de neoplasia de seios da face.

Observação: episódios repetidos de sinusite sugerem a existência de fatores associados que devem ser corrigidos: hipertrofia de adenóides, hipertrofia de cornetos, polipose nasal, corpo estranho e rinopatia alérgica.
Índice dos artigos relativos a Sinusite

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL